FALE CONOSCO (11) 3378-8631 / 94769-6651

Quero vender meu consórcio - Como deve ocorrer Quero vender meu consórcio, eu devo falar com a administradora? Preciso achar compradores sozinho para vender meu consórcio com rapidez? Se você está imerso em dúvidas, temos a solução.

Aqui, posso mostrar como o processo funciona para vender meu consórcio. Assim, você pode se livrar das parcelas mensais, e ainda recuperar o dinheiro investido. Confira!

Quando você entra em um consórcio, a administradora é a instância que vai regularizar e controlar as atividades de todos os consorciados. Ela possui regras de funcionamento que precisam ser seguidas integralmente, e que estão disponíveis no contrato.

Algumas dessas regras estão claras, como o pagamento mensal, mas outras não ganham a atenção do público. Realmente, eu vou olhar para as regras de venda apenas se realmente quero vender meu consórcio, ou se acho que essa possibilidade pode existir.

Em termos gerais, a administradora permite que haja a venda de consórcios. O que se modifica de uma instituição para outra são alguns detalhes referentes ao pagamento e principalmente à aprovação de compradores e de transferência de títulos.

Esses detalhes devem ser investigados com mais propriedade pelo consorciado. Podemos afirmar que normalmente há bastante flexibilidade em vendas por parte da administração.

Quero vender meu consórcio, é uma boa opção

Quero vender meu consórcio. Por onde começo?

Se você quer vender o seu consórcio com rapidez, vai precisar achar um comprador. Existem empresas que realizam essa compra, mas você deve garantir que essas instituições sejam de confiança para não passar por problemas.

É obrigatório comunicar à administradora a sua necessidade de venda do consórcio. Assim, ela pode começar um processo de autorização de transferência de titularidade que, como já pontuamos, vai depender do seu comprador e de uma série de documentações.

A administradora, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é a instância que vai cuidar da sua venda. Você precisará tratar o caso com uma empresa de compra de consórcios de maneira independente. Só depois, o caso voltará à administração.

Esse caráter de negociação do cliente com compradores também faz com que se torne clara a importância de encontrar uma empresa de confiança. Negociar com compradores independentes, especialmente se não são pessoas conhecidas, pode dar errado. No final das contas, você só perde tempo e dinheiro.

Como funciona a determinação dos preços?

A determinação dos preços de uma cota de consórcio, que pode ser verificada também junto a empresa, vai depender de fatores como: o total de parcelas pagas, que se exprimem no valor total, no saldo devedor da cota, ou seja, naquilo que você ainda não pagou, e na quantidade de parcelas que ainda faltam. Se você já estiver contemplado, o crédito também entra nessa conta.

O que ocorre é a oferta de algumas das melhores propostas de compra, conseguidas pela empresa, quando você está em processo de venda. Depois disso, o restante da documentação é analisado, e você só precisa da aprovação final da administradora para que o consórcio saia do seu nome, e para que você receba o valor acordado.